Tiro de misericórdia
Passe o mouse e veja a foto com o zoom Ampliar Foto

Tiro de misericórdia

Autor: FLAVIO RICARDO VASSOLER
Avalie este Livro:

Tiro de Misericórdia é tudo, menos o próprio nome. Vassoler provoca o leitor, oferece pequenos exercícios de violência domada pela força da linguagem – uma linguagem que é a razão em movimento.

Selecione qual opção deseja:
Debug: 52

R$ 52,00 à vista

em 3x de R$ 17,33

Total a Prazo:R$ 51,99

Loja 100% Segura

Calcule o valor do frete e o prazo de entrega

Não sei meu CEP
  • Tipo: Livro
  • Título: TIRO DE MISERICÓRDIA
  • Autor: FLAVIO RICARDO VASSOLER
  • Editora(s): NVERSOS EDITORA
  • ISBN: 9788584440016
  • Área: LITERATURA BRASILEIRA / LITERATURA / CONTOS
  • Idioma: Português
  • Procedência: BRASIL
  • Data de Lançamento: 08/2014
  • Número de Páginas: 256
  • Tamanho: 21,00 X 1,00 X 14,00
  • Edição: 1ª EDIÇÃO
  • ISE: N
Tiro de Misericórdia, de Flávio Ricardo Vassoler, é tudo, menos o próprio nome. O livro não encerra um sofrimento, muito menos pode ser laureado com a posse de algum tipo de misericórdia. Ao longo de seus textos, sempre uma quimera de gêneros, Vassoler provoca o leitor, oferece pequenos exercícios de violência domada pela força da linguagem – uma linguagem que é a razão em movimento. O texto corta. Agudo como a ponta de uma lâmina pressionada contra as costas, ele ameaça, perturba, não se permite ser ignorado, exige que o leitor o legitime, reconheça que o texto existe, como a realidade em seus momentos mais cruéis. Desejo e violência, luxúria e reflexão, as construções movidas pelos instintos que despertam o mais essencial de nós são analisadas, dissecadas e expostas. Numa prosa que mistura ensaio, conto, poesia, artigo e metáfora, o autor cria uma narrativa que, como seu outro livro O Evangelho Segundo Talião, anseia por trazer à luz os temas que pulsam sob o carpete do autocontrole humano. Um anseio que antes poético que político – ainda assim, um pedido de atenção, um aviso de incêndio.
1 Eu só queria embalar um bebê em meus braços
2 O sadomasoquismo como fundamento da banalidade do mal
3 Neruda e a maravilhosa fábrica de chocolates
4 O amor entre os escombros
5 Muitíssimo obrigado
6 Buraco negro
7 Criado-mudo
8 Dialética do labirinto
9 Sociedade anônima
10 Kafka e a tautologia da segunda-feira
11 Maio de 68, nicho de mercado para o atual capitalismo de massas?
12 E atenção: os revolucionários elegem Sísifo como líder!
13 Nem tudo o que é sólido desmancha no ar
14 A Internacional Consumista
15 Ainda buscamos um Führer diante de quem devemos nos inclinar?
16 Just in time and on demand
17 Muito aquém do Cidadão Kane
18 A caça ao bode expiatório
19 O discurso da servidão voluntária
20 Cassetete andrógino
21 Sadomasoquismo
22 Não haverá tiros de misericórdia em Ruanda
23 Tiro de misericórdia
24 Dialética no labirinto
25 Pax Atomica
26 Revolução e peregrinação (sobre Arthur Koestler)
27 Gólgota
28 De um órfão
29 Órfãos
30 Não
31 Não vendemos fiado. Favor não insistir
32 Noves dentro
33 Achados e perdidos
34 Em outras palavras
35 Achados perdidos
36 A vida do espírito nas grandes cidades
37 A vinda do espírito às grandes cidades
38 Qualquer semelhança com a realidade é mera reincidência
39 Daí a César o que é de Deus
40 11º Mandamento
41 Moral da lição
42 Pílulas de nanicolina
43 O andarilho se transforma e permanece idêntico a si mesmo
44 Elogio da loucura
45 O masoquismo, subsolo do sadismo
46 Narciso gosta de se mutilar
47 Sociopatologia da vida cotidiana
48 Tempo para a guerra e tempo para os escombros
49 Matarás o próximo como a ti mesmo
50 O afago da Mão Invisível
51 Contrato social
52 O mecenato de Médici
53 Memórias do Bunker
54 O joio e o trigo
55 Test drive
56 Impossible is nothing
57 Réquiem para um sonho
58 Hay que endurecerse
59 Pero sin perder la ternura jamás
60 A alma do homem sem o socialismo
61 A utopia como eclipse (sobre Wislawa Szymborska)
62 Naufrágio
63 O fóssil de Pandora
64 Alcatraz
65 O Sermão da Estepe
66 Vinte e um gramas, o peso do perdão
67 O Evangelho segundo Talião
68 Dai a César o que é de Deus, assim no céu como na terra
69 Dai a Deus o que é de César, assim na terra como no céu
70 Nem tudo o que é sólido desmancha no ar (sobre Fiódor Dostoiévski)
71 O corredor polonês de Kafka
72 13h54’59’’: Sísifo continua a continuar (sobre Albert Camus)
73 Súditos do Rei Midas
74 Pangeia
75 Amarás o próximo como a ti mesmo
76 E se o mundo ainda não estiver pronto antes da chegada do meu olhar?
77 O que é ser de esquerda? Lasciate ogni speranza, voi ch’intrate
78 Mas esse senhor só escreve por dinheiro!
79 O perdão e a perda
80 Perdão doloso
81 Sinestesia da ausência
82 Cárcere etéreo
83 Sleep with one eye open
84 Saudade intangível
85 O delgado pescoço da ampulheta
86 Despertador
87 Ampulheta bípede
88 Homo pendulus
89 Cara ou coroa?
Tédio, objeto desprovido de vontade
91 Esconde-esconde
92 Sinestesia
93 Bem-vindo ao deserto do real
94 Maturidade – e silêncio
95 O tendão umbilical de Aquiles
96 Homesick
97 Das pálpebras como barricadas
98 Lance de dados
99 Réquiem
100 Onipresença
101 (De olhos bem fechados)
102 A paz entre os escombros
103 Somos feitos de névoa
104 Nietzsche, o pirata
105 A verdade das máscaras
106 Eu te amo
107 Alteridade
108 Rei morto, rei posto
109 O naufrágio sobrevive ao náufrago
110 O hábito, a pele
111 Prolegômenos a toda a metafísica futura
112 Assim falou Josef Mengele
113 Memórias no bunker
114 Arte moderna
115 As intermitências do poder
116 Afinal, Narciso não se torna mais um súdito?
117 Recordações da Casa dos Mortos
118 Em busca do tempo perdido
FLAVIO RICARDO VASSOLER
Nenhuma opinião informada sobre o produto.

Produtos Visitados

- Limpar Histórico
False
?