Dia do Orgulho LGBTQIAP+

Atualizado: Jun 30

Entenda a data, a sigla e a luta desse grupo.

Dia 28 de junho é conhecido como o dia do orgulho LGBTQIAP+. A data é reconhecida por conta de um acontecimento histórico, pois, em junho de 1969, em Nova York, houve um levante contra policiais que perseguiam os grupos de gays, lésbicas e trans que frequentavam o bar Stonewall Inn. A abordagem policial era constante e muito violenta, o que gerou revolta dos frequentadores. Tal fato deu origem à primeira parada do orgulho LGBTQIAP+, que ocorreu em 1.º de julho de 1970.

Infelizmente, a população LGBTQIAP+ ainda sofre com as perseguições, linchamentos e violência, seja da polícia ou de pessoas preconceituosas. Todavia, existem diversas organizações que buscam o cumprimento de leis, direitos e inclusão da comunidade LGBTQIAP+ na sociedade.

Podemos citar algumas ONGs como, a TransVest (projeto artístico e pedagógico que foca em combater a transfobia e incluir travestis, transexuais e transgêneros), Instituto Cultural Arte Memória LGBT (centro de valorização da cultural LGBTQIAP+), Grupo Dignidade (fundado no Pará em 1992, é pioneiro na promoção da cidadania LGBTQIAP+), Casa 1(república de acolhimento de LGBTs que foram expulsos de casa e também é um centro cultural).

Outro debate que atualmente é pauta na comunidade são as siglas, segundo fontes, a sigla LGBTQQICAPF2K é a que mais abrange a comunidade gay, tal sigla significa: Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Travestis, Queer, Questionando, Intersexo, Curioso, Assexuais, Pan e Polissexuais, Amigos e família, Two-spirit e Kink. Algumas pessoas questionam a inserção de grupos que não são o centro da causa, mas a intenção é abranger os integrantes e abrir um debate ainda maior.

Enfim, para tentar esclarecer essa sigla tão grande, abaixo explicaremos o que cada um representa:

Questionando: pessoa que não sabe qual a sua identidade ou orientação sexual.

Intersexo: são pessoas ambíguas que geralmente não se encaixam nas definições tradicionais de sexo masculino e sexo feminino.

Curioso: é a pessoa que tem curiosidade de experimentar outras coisas, mesmo sabendo o que é.

Assexual: pessoas que não sentem atração sexual, ou seja, não enxergam o sexo como parte do relacionamento.

Pansexual: pessoa que sente atração física por outras independente do gênero da outra pessoa.

Polissexual: pessoa que sente atração por vários gêneros, mas nem sempre por todos.

Familiares e Amigos: são os simpatizantes da causa e parceiros da comunidade.

Two-spirit: é uma antiga identidade indígena americana. Essas pessoas acreditam ter nascido com dois espíritos um masculino e outro feminino dentro delas.

Kink: pessoas com fetiches.


Gostou do texto? abaixo nossas sugestões de leitura para o dia do Orgulho:

"Gênero - uma perspectiva global" e "Gênero em termos reais".

Fontes: Catraca Livre, Anistia, Razões para Acreditar


#LGBT #OrgulhoLGBT #gênero #DiaDoOrgulhoLGBT

27 visualizações

nVersos Editora Ltda.

Rua Cabo Eduardo Alegre, 36

Sumaré - São Paulo /SP

CEP: 01257-060


Telefone: 11 3675-5715

CNPJ: 10.797.141/0002-11 

Mapa do Site

Sociais