Cinema e Psicanálise Vol. 5 - História, Gênero e Sexualidade - 2ª Edição

Cinema e Psicanálise Vol. 5 - História, Gênero e Sexualidade - 2ª Edição

Modelo: Psicanálise
Disponibilidade: Em Estoque
R$ 25,90

Cinema e Psicanálise volume 5

Grafar com a luz, descrever sem as palavras, emocionar sem o olhar, excitar sem o toque, revelar sem declarar, isso é a fotografia do filme.


 Mauro Martins
 Tem larga experiência como diretor de fotografia.
 Cineasta e mestre em Comunicação pela ECA/USP.

 

A História do Cinema se cruza com a História da Psicanálise, uma vez que a forma como falamos de nosso sofrimento depende das narrativas que o cinema nos ensina a construir e desconstruir.
Neste volume, pontuamos alguns momentos cruciais para a invenção de certo modelo de feminilidade no cinema, dependente do sistema de estrelas, cuja imagem fundamental talvez tenha sido Marilyn Monroe, que teve uma imensa relação biográfica com a psicanálise.
O cinema americano da década de 1970, com seu suspiro crítico, talvez possa ser entendido como um refluxo da integração simbólica entre essa imagem de mulher e a família-tipo da qual ela poderia ser deduzida. Seria este mais um caso que aproxima as bifurcações que marcam a história da psicanálise das encruzilhadas críticas da cultura no século XX?
A contracultura e o rock dos anos 1960, a chanchada dos anos 1970, o documentário dos anos 2000, bem como as novas tecnologias de disseminação da psicanálise nos blogs e na publicidade são casos desta relação tensa entre os gêneros de cinema e os gêneros no cinema.
 

Sobre os organizadores
Christian Ingo Lenz Dunker, psicanalista e professor de psicologia do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP) e Ana Lucilia Rodrigues, psicanalista e membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (APPOA).

FICHA TÉCNICA:
Organizadores: Christian Ingo Lenz Dunker e Ana Lucilia Rodrigues
Páginas: 164 páginas
Formato: 14x21cm
ISBN: 978-85-8444-062-7

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Descrição

Cinema e Psicanálise volume 5

Grafar com a luz, descrever sem as palavras, emocionar sem o olhar, excitar sem o toque, revelar sem declarar, isso é a fotografia do filme.


 Mauro Martins
 Tem larga experiência como diretor de fotografia.
 Cineasta e mestre em Comunicação pela ECA/USP.

 

A História do Cinema se cruza com a História da Psicanálise, uma vez que a forma como falamos de nosso sofrimento depende das narrativas que o cinema nos ensina a construir e desconstruir.
Neste volume, pontuamos alguns momentos cruciais para a invenção de certo modelo de feminilidade no cinema, dependente do sistema de estrelas, cuja imagem fundamental talvez tenha sido Marilyn Monroe, que teve uma imensa relação biográfica com a psicanálise.
O cinema americano da década de 1970, com seu suspiro crítico, talvez possa ser entendido como um refluxo da integração simbólica entre essa imagem de mulher e a família-tipo da qual ela poderia ser deduzida. Seria este mais um caso que aproxima as bifurcações que marcam a história da psicanálise das encruzilhadas críticas da cultura no século XX?
A contracultura e o rock dos anos 1960, a chanchada dos anos 1970, o documentário dos anos 2000, bem como as novas tecnologias de disseminação da psicanálise nos blogs e na publicidade são casos desta relação tensa entre os gêneros de cinema e os gêneros no cinema.
 

Sobre os organizadores
Christian Ingo Lenz Dunker, psicanalista e professor de psicologia do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP) e Ana Lucilia Rodrigues, psicanalista e membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (APPOA).

FICHA TÉCNICA:
Organizadores: Christian Ingo Lenz Dunker e Ana Lucilia Rodrigues
Páginas: 164 páginas
Formato: 14x21cm
ISBN: 978-85-8444-062-7

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



2017 © Editora nVersos - Todos os direitos reservados