Córtex
Córtex

Córtex

Modelo: Romance
Disponibilidade: Em Estoque
R$ 15,00

Córtex

“Desde os primórdios da dramaturgia, foram dadas várias amostras de como é possível perpetuar uma história de amor. Dos finais felizes convencionais até os mais trágicos,como o célebre suicídio de ‘Romeu e Julieta’, de Shakespeare, os autores esforçam-se para reinventar a fantasia sem tirar o pé da realidade. Escrito pelo paulistano Franz Keppler, o monólogo dramático Córtex encaixa-se nessa linha trágica, de como fazer um relacionamento manter-se vivo diante de imprevistos capazes de soterrá-lo e, sem julgamentos morais, manobrar a razão em nome do coração.”

 

Escrito pelo jornalista e dramaturgo Franz Keppler, Córtex é a transcrição da peça de mesmo nome de 2012, sucesso de crítica. A peça se desenrola na forma de um monólogo e relata a dedicação de um marido para cuidar da esposa, que, vítima de um AVC, fica em estado vegetativo. Córtex é ainda a narrativa tensa e trágica de um homem que se torna o principal suspeito do desaparecimento da esposa, que vivia presa à cama, e de quem ele era o único cuidador. Córtex é, também, um interrogatório que o espectador-leitor faz consigo mesmo enquanto as resposta balançam como pêndulos à sua frente: será que ele está mentindo? O que realmente aconteceu com ela? Mas o que é verdade? O que é mentira? Córtex é, por fim, um testemunho de amor, dedicação, saudade e ausência e da angústia contraditória de estar perto e longe da pessoa que se ama.

FICHA TÉCNICA:
Autor: Franz Keppler
Formato: 10x15 cm
Páginas: 112
ISBN: 978-85-64013-86-5 

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Descrição

Córtex

“Desde os primórdios da dramaturgia, foram dadas várias amostras de como é possível perpetuar uma história de amor. Dos finais felizes convencionais até os mais trágicos,como o célebre suicídio de ‘Romeu e Julieta’, de Shakespeare, os autores esforçam-se para reinventar a fantasia sem tirar o pé da realidade. Escrito pelo paulistano Franz Keppler, o monólogo dramático Córtex encaixa-se nessa linha trágica, de como fazer um relacionamento manter-se vivo diante de imprevistos capazes de soterrá-lo e, sem julgamentos morais, manobrar a razão em nome do coração.”

 

Escrito pelo jornalista e dramaturgo Franz Keppler, Córtex é a transcrição da peça de mesmo nome de 2012, sucesso de crítica. A peça se desenrola na forma de um monólogo e relata a dedicação de um marido para cuidar da esposa, que, vítima de um AVC, fica em estado vegetativo. Córtex é ainda a narrativa tensa e trágica de um homem que se torna o principal suspeito do desaparecimento da esposa, que vivia presa à cama, e de quem ele era o único cuidador. Córtex é, também, um interrogatório que o espectador-leitor faz consigo mesmo enquanto as resposta balançam como pêndulos à sua frente: será que ele está mentindo? O que realmente aconteceu com ela? Mas o que é verdade? O que é mentira? Córtex é, por fim, um testemunho de amor, dedicação, saudade e ausência e da angústia contraditória de estar perto e longe da pessoa que se ama.

FICHA TÉCNICA:
Autor: Franz Keppler
Formato: 10x15 cm
Páginas: 112
ISBN: 978-85-64013-86-5 

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



2017 © Editora nVersos - Todos os direitos reservados